17Julho2019

NOTÍCIAS SAÚDE Conheça os sintomas que podem caracterizar dependência em games e redes sociais

farmacias-de-plantao

Conheça os sintomas que podem caracterizar dependência em games e redes sociais

Psiquiatra descreve como identificar os sinais dos transtornos de dependência à tecnologia

Conhea-os-sintomas-que-podem-caracterizar-dependncia-em-games-e-redes-sociais

O uso da tecnologia está cada vez mais presente nos lares e o tempo despendido em jogos eletrônicos e redes sociais tem crescido, principalmente entre os adolescentes. Essa é a opinião do dr. Aldeniz Leite, psiquiatra clínico com larga experiência em atendimentos a transtornos psicológicos.

Leia também  >>   Menopausa? Amora e cúrcuma para tratar dores e sintomas

Segundo o especialista, as tecnologias disponíveis não são maléficas em si, trazendo diversas facilidades e possibilidades de entretenimento e contatos instantâneos entre pessoas de todo o mundo. Porém, o uso excessivo termina por prejudicar as outras atividades cotidianas e sociais e pode caracterizar dependência, além de causar danos ao crescimento pessoal.

Segundo o psiquiatra, os pais e familiares devem ficar atentos aos cinco fatores que podem dar indícios de que o filho ou conhecido está criando relações de dependência com a tecnologia:

1) Quando a pessoa está constantemente pensando no próximo momento de voltar a jogar ou em novas estratégias e lances para quando retornar ao game/rede social.

2) Quando está sem jogar/utilizar redes sociais, o indivíduo demonstra sintomas de natureza física e emocional, tais como ansiedade, palpitações, transpiração, lembrando características da síndrome do pânico.

3) Desenvolvimento de tolerância, quando demonstra necessidade de passar cada vez mais tempo jogando, para obter o mesmo efeito ou prazer do início.

4)Quando começa a usar artifícios de burlas ou mentiras para a obtenção de mais tempo no jogo ou rede social.

Leia também  >>   Influenza: em quatro meses são registrados 369 casos da doença e 67 óbitos

5) Prejuízo de atividades cotidianas, como atividades sociais, acadêmicas, profissionais.

Segundo Leite, "as redes sociais criam um estado de ansiedade muito alto, pois as pessoas estão sempre à espera do próximo like, um toque do telefone, uma notificação qualquer, criando uma expectativa que beira o insuportável", descreve.

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.