23Maio2019

NOTÍCIAS POLÍTICA Estado vai adotar processo digital para substituir papel na administração pública

farmacias-de-plantao

Estado vai adotar processo digital para substituir papel na administração pública

A partir da publicação, o sistema já estará disponível para todos os órgãos aderirem

Estado-vai-adotar-processo-digital-para-substituir-papel-na-administrao-pblica

O governador Renato Casagrande e a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, assinaram, na última quinta-feira (18), o decreto que institui o Sistema de Gestão de Documentos Arquivísticos Eletrônicos (e-Docs). O sistema tem como objetivo substituir o uso do papel por documentos digitais no âmbito da Administração Pública Estadual. O decreto está disponível na edição do Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (22).

Leia também  >>  Governador recebe demandas de povos indígenas em reunião no Palácio Anchieta

A partir da publicação, o sistema já estará disponível para todos os órgãos aderirem. A Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger) definirá o calendário de implementação do e-Docs, que deverá ser feita em todo o Poder Executivo Estadual no período máximo de dois anos.

Para o governador Renato Casagrande, a iniciativa tornará mais ágil, eficiente e transparente a gestão de documentos e processos administrativos no âmbito do Poder Executivo Estadual.

“Mais um passo que estamos dando em direção a um Governo tenha a inovação como premissa, para que a gestão esteja à disposição da população. A gente tem um objetivo claro que é ir caminhando, nos próximos dois anos, para que tenhamos todos os processos internos do Governo de forma digital. Será um passo adiante. Precisamos ter todos os servidores envolvidos dentro dessa cultura digital, pois além de economia, irá facilitar o trabalho”, afirmou.

A secretária Lenise Loureiro destacou que a implantação do processo eletrônico no Estado é uma utilização eficiente dos recursos públicos e, também, um olhar atento ao servidor. “A eliminação do papel proporciona ganho de produtividade, otimização dos fluxos de trabalho, facilidade de acesso às informações e agilidade na geração e distribuição de dados digitais. O servidor sai ganhando e o cidadão também, uma vez que poderá ter mais celeridade na prestação de serviço oferecida pelo Estado”, disse.

Segundo levantamentos feitos pela equipe de implementação do sistema, que já está fase de implantação, o Estado gasta mais de 500 folhas de papel por minuto. Além da economia gerada com a eliminação do papel, os custos indiretos como transporte de documentos, toners e armazenamento serão drasticamente reduzidos.

Leia também  >>  Casagrande participa de debate sobre futuro da mineração em MG

A Seger é a gestora do sistema desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest). Essa iniciativa conta com a parceria do Arquivo Público Estadual e da Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont), com a participação dos demais órgãos estaduais.

Estiveram presentes na solenidade de assinatura do decreto, a vice-governadora Jaqueline Moraes, o secretário de Governo, Tyago Hoffman e o diretor presidente do Prodest, Tasso Lugon.

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.