14Novembro2018

NOTÍCIAS POLÍCIA Liberdade para Juliana Salles, acusada de omissão na morte dos filhos em Linhares

farmacias-de-plantao

Liberdade para Juliana Salles, acusada de omissão na morte dos filhos em Linhares

A decisão foi do juiz da 1ª Vara Criminal de Linhares

Justia-d-liberdade-para-pastora-Juliana-Salles-acusada-de-omisso-na-morte-dos-dois-filhos-em-Linhares

A Justiça colocou em liberdade a pastora Juliana Salles, mãe dos pequenos Kauã e Joaquim, mortos carbonizados após serem espancados e abusados sexualmente por Georgeval Alves, pai de Joaquim e padrastro de Kauã no dia 21 de abril deste ano em Linhares.


Fique EM DIA com notícias relacionadas à POLÍCIA.

Jovem sofre tentativa de homicídio no bairro Interlagos

Onda de furtos assusta moradores de Pontal do Ipiranga


Juliana havia sido presa no dia 19 de junho na cidade de Teófilo Otoni, Minas Gerais, quase dois meses depois da morte dos filhos.

A decisão de libertar a pastora foi do juiz da 1ª Vara Criminal de Linhares onde o processo contra o casal de pastores tramita. Como o caso está sob segredo de justiça, poucos detalhes foram divulgados. Juliana Salles foi presa depois que o Ministério Público a acusou de omissão em relação aos maus tratos que os filhos sofriam e mesmo assim, no dia da tragédia, viajou, deixando Kauã e Joaquim com o marido, pastor Georgeval Alves. As investigações apontaram que ele agrediu, abusou sexualmente e ateou fogo ao quarto em que as crianças estavam. Georgeval foi preso sete dias após o crime.

O alvará de soltura foi liberado no início da noite desta quarta-feira (7). Ainda não se sabe se ela deixou o Centro Prisional Feminino de Cariacica. Um advogado ouvido por nossa reportagem afirmou que o fato de a pastora ser mãe de outra criança pequena pesou na decisão do juiz, já que a lei prevê que presas com filhos menores de 12 anos deixem a prisão para cuidar de seus filhos.

 

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.