22Agosto2019

NOTÍCIAS GERAL Seger publica progressão de mais de 2.000 servidores estaduais

emdiacomunicacao.vcjasaiunamidia

Seger publica progressão de mais de 2.000 servidores estaduais

“A progressão é uma forma de reconhecer os profissionais que se dedicam e contribuem para a melhoria dos serviços”

Seger-publica-progresso-de-mais-de-2.000-servidores-estaduais

A Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (Seger) publicou, no Diário Oficial desta quarta-feira (14), a progressão de 2.288 servidores do Governo do Estado, sendo 974 do quadro da Saúde, 870 da Polícia Civil, 254 do quadro da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e 190 servidores do Quadro Permanente – Padrão 01 a 15.

Leia também  >>   Espírito Santo é o único Estado Nota A no País

A progressão se dá após o período de dois anos, desde que o servidor não tenha nenhum critério de interrupção, conforme estabelecido na lei de cada carreira. Com a progressão no subsídio, esses profissionais passam para a referência imediatamente superior, dentro da mesma classe. O benefício está previsto na legislação de cada carreira.

De acordo com levantamento da Gerência de Cargos, Carreiras e Desenvolvimento do Servidor (Gecads), o custo estimado para a progressão dos 2.288 servidores, englobando o valor mensal e retroativo, será de R$ 2.458.056,46.

Leia também  >>   Aprovado projeto que faz de Linhares a capital estadual do agronegócio e do empreendedorismo

A secretária de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, afirmou que essa ação é parte da Política de Gestão de Pessoas do Estado, buscando valorizar e reconhecer a atuação dos servidores públicos. “A progressão é uma forma de reconhecer os profissionais que se dedicam e contribuem para a melhoria dos serviços e entregas aos cidadãos”, disse.

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.