23Maio2019

NOTÍCIAS GERAL Rádio promove entretenimento e interação entre internos de unidade prisional de Linhares

farmacias-de-plantao

Rádio promove entretenimento e interação entre internos de unidade prisional de Linhares

A rádio VOX apresenta programação diária das 6h às 18h dentro do CDRL

Rdio-promove-entretenimento-e-interao-entre-internos-de-unidade-prisional-de-Linhares O Centro de Detenção e Ressocialização de Linhares (CDRL) encontrou um jeito bem criativo de se comunicar com os internos e ainda promover cultura e inclusão social. Há cerca de um ano, uma rádio foi implantada na unidade prisional com o objetivo de facilitar a comunicação com os internos e ainda oferecer informação e entretenimento.

A Rádio Vox, como o próprio nome já diz, é um veículo com programação diversa que dá voz aos internos da unidade. As transmissões acontecem das 8h às 18h, diariamente, para todas as celas e conta com uma programação bem variada composta por entrevistas, notícias e música.

Leia também  >>  Pais de alunos da educação especial em Linhares recebem orientações no "Encontro com pais conscientes"

A rádio tem dois espaços: a cabine de transmissão e o estúdio de música, onde são desenvolvidas as aulas de multiplicação de conhecimento musical, como aulas de violão, bateria e ensaios das bandas de música da unidade prisional. O local foi revestido com caixas de ovos para melhorar a acústica e dar um aspecto de estúdio profissional, que proporcionam transmissões ao vivo. Toda estrutura da rádio - como mesa e caixas de som, além de microfones - foi adquirida por meio de doação.

A primeira transmissão da Rádio Vox aconteceu em outubro de 2018, com o apoio do interno Odair José Loureiro que já havia trabalhado anteriormente no meio, contudo, não era radialista. Apesar do conhecimento técnico para operar equipamentos, foi necessário também a ajuda de profissionais da área para fazer o projeto funcionar. Atualmente, além de operar a mesa de som, Odair também é responsável pela locução da programação diária.

“A Rádio Vox é uma ferramenta de inclusão. Vimos a necessidade de inserir um projeto na unidade que pudesse atender um grande número de internos, sem a necessidade de movimentá-lo.  Conseguimos, desta forma, tornar o ambiente salutar, promovendo interação e oficinas criativas para o desenvolvimento de atividades culturais e de lazer. Tudo é feito de forma simples e com reduzida mão de obra”, explica o diretor do CRDL, Nelson Rodrigo Pereira Merçon.

O diretor ainda destaca que a rádio possibilita consolidar a ressocialização dos detentos, pois investe na formação de repórteres internos para que consigam comunicar em linguagem mais acessível assuntos ligados à cultura, saúde, educação, política e esportes. “A rádio também exercita a comunicação oral, aperfeiçoando a objetividade e clareza de exposição do pensamento, favorece a convivência e o trabalho em grupo, respeitando diferenças, os níveis de conhecimento e ritmos de aprendizagem de cada integrante da equipe”, explica.Rdio-promove-entretenimento-e-interao-entre-internos-de-unidade-prisional-de-Linhares--II

Programação

A Rádio Vox é um espaço bem eclético e conta com uma vasta programação. Parte da grade é composta por assuntos sugeridos pelos próprios presos. Muitos deles ligados à criminalidade, drogas, sexo, álcool e família. Toda quarta-feira a rádio propõe uma mesa redonda para discutir os últimos acontecimentos do esporte. O quadro conta com o apoio de professores de educação física, voluntários do projeto.

Durante seu funcionamento, a Rádio Vox já recebeu diversos convidados que trataram de temas diversos. Entre eles, estão professores que contribuíram com assuntos que envolvem sua área de atuação, a presença de juiz de direito que explica sobre leis, direitos e deveres, cultos de voluntários religiosos, entre outros.

“Com a rádio podemos perceber uma mudança de comportamento dos internos. O relacionamento com a equipe de inspetores melhorou consideravelmente. A rádio constitui mais uma ferramenta pedagógica para superar os desafios do encarceramento, pois os reeducandos percebem, gradativamente, que organização e disciplina são os pilares para qualquer conquista”, conclui o diretor da unidade.

Leia também  >>  MP do Cidadão contesta projeto que acaba com cotas raciais no ensino superior

Oficina de rádio

Além da transmissão diária para todos os detentos, a Rádio Vox também conta com um espaço para oficinas, onde internos podem planejar, discutir e executar programas de rádio. Para isso, o Centro de Detenção e Ressocialização de Linhares (CDRL) recebe o apoio de comunicadores locais que realizam palestras para que o interno possa desenvolver as habilidades necessárias para o funcionamento de uma rádio.

 

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.