17Julho2019

NOTÍCIAS ESPORTE Valéria, a técnica que comanda uma escolinha de futebol com 80 jogadores em Rio Quartel, Linhares

farmacias-de-plantao

Valéria, a técnica que comanda uma escolinha de futebol com 80 jogadores em Rio Quartel, Linhares

A primeira treinadora na história do futebol linharense

Valria-a-tcnica-que-comanda-uma-escolinha-de-futebol-com-80-jogadores-em-Rio-Quartel-Linhares

Seu jeito discreto, tímido até, faz com que ela se distancie naturalmente do estereótipo de treinador de futebol. Não tem o hábito de xingar palavrões, evita subir o tom de voz ao orientar jogadores, impõe respeito sem precisar ceder a tentações autoritárias. Valéria Rampinelli, de 21 anos, é a primeira mulher na história de Linhares a comandar um time de futebol. Licenciada em Educação Física e contratada pela Prefeitura de Linhares, há nove meses ela comanda 80 atletas, entre 7 e 15 anos, de um projeto comunitário, o “Preparando Atletas Campeões FC de Rio Quartel - PACFC, no interior do Município.

A treinadora revela que desde criança assiste aos jogos pela televisão e viu no curso de licenciatura em Educação Física a chance de tirar os sonhos do papel, conquistar muitos títulos, e, principalmente, contribuir com o futuro da garotada dentro e fora de campo. "Nunca imaginei que um dia estaria aqui. Ser treinadora com certeza é um sonho realizado na minha vida. Quero me consolidar na carreira e conquistar muitos títulos. Além disso, vou continuar trabalhando para formar atletas profissionais e contribuir com o futuro destes meninos", revela.

Embora nunca tenha militado em causas e movimentos feministas, o posto que ocupa diz muito sobre seu poder de resiliência. "Não é fácil para uma mulher trabalhar em um meio que sempre foi dominado pelos homens. Mas eu amo estar à beira do campo e quero ser treinadora por muito tempo", conta Valéria. Ela também não esconde a vontade de atuar no futebol profissional. "Com o trabalho que realizamos aqui, com muita força, coragem e determinação, quem sabe um dia algum clube profissional não se interesse pelo meu perfil", diz, com os olhos cheios de esperança.

Jogadores do time elogiam seu conhecimento e a calma para tomar decisões em momentos de extrema pressão. É o caso do Luiz Henrique, do time sub-11. "Além de profissional, a Valéria é uma pessoa alegre e muito extrovertida. O que mais me chama atenção é que a cada dia ela tenta ser melhor, além de levar seu trabalho muito a sério e com muito amor. Isso faz com que eu venha treinar com mais vontade ainda. Que ela continue sendo essa profissional exemplar e que Deus abençoe sempre o seu trabalho", conta.

Já o zagueiro Alan Nunes Souza, da categoria sub-13, vê na treinadora Valéria a sua inspiração para concretizar seu sonho: atuar no time profissional do Santos. "Ela sabe respeitar o espaço de cada atleta. Venho treinar sempre com muita dedicação, pois contamos com uma treinadora muito dedicada e exemplar. Meu grande sonho é sair daqui como profissional e jogar no meu time de coração que é o Santos. Agradeço a Valéria por tudo e pelo excelente trabalho que desenvolve", agradece.

O secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer de Linhares, Ivan Salvador, contou que Valéria se mantém fiel aos princípios das escolinhas de futebol da Prefeitura de Linhares, que é laico e signatário do jogo limpo. "Valéria não admite que jogadores simulem faltas, cavem pênaltis ou tentem enganar a arbitragem. Exige que sua equipe jogue um futebol vistoso, com criatividade e troca de passes constante, sob a inspiração de tantos ídolos do nosso futebol como Pelé, Garrincha, Zico e Neymar", destaca.

Adepta de um estilo ofensivo, Valéria se encaixou como uma luva nessa proposta. "Eu prefiro uma jogada bem trabalhada, com bola de pé em pé, do que um drible que não leva a lugar nenhum", explica a técnica.

O prefeito de Linhares Guerino Zanon já teve a oportunidade de ver a atuação de Valéria. Também apaixonado por futebol, Guerino afirma que Valéria é uma treinadora que deixa o jogador tomar as rédeas do jogo sem interferir muito. "Ela é um exemplo, já que sabe que o futebol é arte e o jogador é o artista. Na hora do jogo, ela permite que os meninos tenham a liberdade para tomar as decisões que achar melhor, claro, com responsabilidade. Se ela vê alguma coisa ali da beira do gramado, passa uma instrução, conversa, mas não fico ali berrando, cantando o jogo", elogia o prefeito.

Em sua primeira temporada no comando do time do “Preparando Atletas Campeões”, Valéria Rampinelli, é um símbolo de representatividade que sonha com o dia em que exemplos como o dela sejam regra em vez de exceção. "Se a mulher tiver oportunidade de comandar, tempo de trabalho e apoio, tenho certeza que ela será tão bem sucedida quanto o homem. Acredito que o futebol ainda vai reconhecer nosso valor."

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.


Nos LINKS abaixo, fique EM DIA com as notícias de outras editorias

EMPREGOS | CURSOS | CONCURSOS

ENTRETENIMENTO

ESPORTES

GERAL

POLÍCIA

POLÍTICA

SAÚDE.