19Setembro2019

NOTÍCIAS ENTRETENIMENTO Nizo Neto faz desabafo sobre uso do chá de Ayauahsca

emdiacomunicacao.vcjasaiunamidia

Nizo Neto faz desabafo sobre uso do chá de Ayauahsca

Rian Brito, seu filho, teve sua morte relacionada ao consumo do chá.

A morte de Rian Brito tem causado repercussão por ter uma suposta relação ao consumo do chá de Ayauahsca, uma mistura de ervas consumidas em rituais xamãnicos. Nas redes sociais, o pai do jovem, o ator Nizo Neto desabafou com os seguidores em um vídeo de pouco mais de 15 minutos sobre a situação.

Nas imagens, Nizo, que aparece ao lado da esposa Tatiana Presser, chega a alertar os pais dos jovens sobre o produto que faz parte de uma seita chamada Porta do Sol, dirigida pela atriz Leona Cavalli. "Não estou criticando a crença de ninguém. Todo mundo tem direito de seguir o que quiser, espiritual, religiosamente. A questão não é essa.  A nossa questão aqui é como a Ayahuasca legalizada é administrada em algumas igrejas ou centros, seja lá o que for. Só viemos a saber quando ele já estava avançado em algumas doses, que foi quando começou a  chamar a nossa atenção para o emagrecimento dele, que foi muito preocupante. Isso chamou a atenção da família inteira, Começamos a ver que tinha alguma coisa errada. O discurso dele era que ele tinha uma missão a seguir, uma coisa que ele nem sabia direito o que que era, não sabia explicar o que era. E essa tal dessa missão, para cumprir isso, ele não podia comer", diz ele.

A esposa do ator, que é psicóloga, falou sobre o comportamento do enteado nos últimos 14 anos e comentou que Rian teria buscado o grupo para buscar seu autoconhecimento: "Não apresentava nenhum problema psiquiátrico, não fazia uso de nenhum tipo de medicação, não fazia terapia... Não tinha nenhuma tendência, deprimido, nada que pudesse nos alertar que ele tinha alguma pré-disposição a algum tipo de doença mental, como dizem. Era um jovem procurando se conhecer. Sempre foi um jovem muito inteligente e sensível. Ele tomou quatro doses. Ficava às vezes meditando o dia inteiro. Ele utilizou o Ayahuasca não para ficar doidão e sim como uma ferramenta de autoconhecimento e como ele em si era muito sensível, ele foi se abrindo, a brindo a consciência cada vez mais e aparentemente não fechando, pelos relatos dos psiquiatras (...) O drama começou a um ano e meio atrás. Depois que a gente viu ele na quarta dose, proibimos ele de tomar. A primeira internação dele foi por conta de uma questão de vida ou morte. Ele foi internado por três vezes e fugiu para tentar ir atrás dessa tal missão".

Polêmica

A repercussão sobre o caso se iniciou após a mãe de Rian, Brita Brazil, insinuar que a atriz Leona Cavalli teria alguma relação com a morte do rapaz, já que ela era responsável pelo grupo Porta do Sol, o qual ele visitou. A atriz chegou a comentar sobre o caso nas redes sociais e disse que iria procurar a Justila para processar Brita por calúnia e difamação.

Assista ao vídeo.

Fonte: site iBahia


Fique EM DIA com notícias relacionadas

ENTRETENIMENTO

Ação publicitária chama a atenção para os direitos da mulher

Vem aí a Calourada de Linhares 2016, com Simone e Simaria e Israel Novaes