19Agosto2019

emdiacomunicacao.vcjasaiunamidia

Audiência pública: diga não à violência contra a mulher será realizada em Linhares

De acordo com o balanço da Sesp, 93 mulheres morreram no Espírito Santo em 2018

Audincia-pblica-diga-no--violncia-contra-a-mulher-ser-realizada-em-Linhares-02

Em 2018, o Espírito Santo contabilizou 33 assassinatos classificados como feminicídio. O termo se refere aos crimes contra a vida de mulheres, praticados em função do gênero.

O número é 21% menor que o registrado em 2017. Os dados são da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp). O balanço divulgado pela Sesp informa ainda que 93 mulheres morreram no Espírito Santo em 2018, sendo um terço dos casos investigados como sendo feminicídio.

Leia também  >>     Gabriel Diniz pegou o avião para fazer surpresa no aniversário da noiva

Entre as motivações mais comuns estão crises de ciúme dos companheiros das vítimas e a inconformidade com o fim do relacionamento.

Devido ao grande número de casos de violência e homicídios ocorridos contra as mulheres, o vereador e Presidente da Comissão Permanente de Educação, Saúde, Assistência Social, Obras e Meio Ambiente, da Câmara Municipal de Linhares, Tarcísio Silva, realizará na Câmara municipal de Linhares a audiência pública com o tema: “Diga não à violência contra a mulher”,

Na oportunidade, o Delegado de Polícia Civil Fabrício Lucindo, irá ministrar uma palestra sobre o tema proposto. E a Psicóloga Shirley Amaral fará sua participação discutindo o conteúdo.

“Na qualidade de Presidente da Comissão Permanente de Educação, Saúde, Assistência Social, Obras e Meio Ambiente, após analisar que o assunto é de extrema importância, visto que o número de violência contra as mulheres é assustador, percebemos que destacar nesse evento é essencial, como a mulher pode detectar os problemas iniciais de uma violência e procurar solucionar a situação da melhor maneira possível garantido mais segurança para sua vida”, destacou Tarcísio.

A violência afeta mulheres de todas as classes sociais, etnias e regiões brasileiras. Atualmente a violência contra as mulheres é entendida não como um problema de ordem privada ou individual, mas como um fenômeno estrutural, de responsabilidade da sociedade como um todo.

Leia também  >>     Corpo de Bombeiros confirma morte de cantor Gabriel Diniz em queda de avião

Apesar de os números relacionados à violência contra as mulheres no Brasil serem alarmantes, muitos avanços foram alcançados em termos de legislação, sendo a Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) considerada pela ONU uma das três leis mais avançadas de enfrentamento à violência contra as mulheres do mundo.

Serviço

Audiência pública com o tema: “Diga não à violência contra a mulher”.

Local: Câmara Municipal de Linhares Galeria Eldo Sarcinelli Vichi

Data: 28 de maio, às 14h.

Para mais informações entre em contato por telefone (27) 3372-6517 e (27) 99935-4974 (WhatsApp) e através do e-mail: comunicaç Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Todos participantes do evento receberão certificado com carga horária.

Redação Portal Linhares Em Dia


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Se achar algo que viole os TERMOS DE USO, denuncie. Leia as PERGUNTAS MAIS FREQUENTES para saber o que é impróprio ou ilegal. 

Siga-nos no FacebookTwitter e YouTube.

Convidamos você a fazer parte dos nossos canais nas redes sociais e navegar pelo nosso Portal de notícias Linhares Em Dia.